2015 | 02

Asilo Arkham (Redundância #2)

MARCELO DOLABELA, “ASILO ARKHAM (REDUNDÂNCIA #2)”, 2000
A PAULO LEÃO

mudamos de casa
mudamos pra casa ao lado
mudamos pra galeria em frente
mudamos pro Bairro da Saudade
mudamos pro Cemitério da Paz
mudamos do Curral del Rey


mudamos pro andar de cima
mudamos pros fundos
mudamos a cor do cabelo
mudamos de ramo
mudamos de telefone
mudamos e não te convidamos


mudamos de sexo
mudamos de droga
mudamos a roupa de cama
mudamos a mobília da sala
mudamos pro Asilo Arkham
mudamos enquanto era tempo

 

mudamos o canal de TV
mudamos a faixa do rádio
mudamos de ideia fixa
mudamos a página do livro
mudamos de ilusões perdidas
mudamos pra melhor atender


mudamos e compramos dólar
mudamos porque o mundo gira
mudamos porque a lusitana roda
mudamos de medicação
mudamos de pó de café
mudamos e passamos o ponto.